Portugal Parte 2 – Estômago revirado

Voltei! Sei que parei num momento decisivo (mal aê), mas não tem como contar tudo de uma só vez. Continuando, chegamos finalmente à Portalegre, cidade na região do Alentejo que abrigou o Bolina – Festival Internacional de Palhaças. É uma região rural, digamos, e quase na Espanha! Tem muito castelos, ladeiras, ruas estreitérrimas (vocês lembram que falei que o carro que estamos é uma nave espacial, né? Então, não combinou nadinha com esse lugar apertadinho).

Eu me achando na minha barca, sem saber o que o destino reservava…..

Chegamos na hora do jantar das palhaças. Elas estavam todas começando a comer. Embora eu pareça ser essa pessoa super descolada e desinibida, eu sou praticamente uma ostra de tão tímida. Juro! Você pode não acreditar mas para mim é muito, muito, muito difícil chegar num lugar onde não conheço ninguém. Então, foi bem difícil chegar nesse lugar, cheio de desconhecidos e me apresentar.

Como era hora de comer, fomos logo fazendo um prato. E para coroar esse momento e fazer o que já estava difícil ainda mais difícil, a Marina virou para o lado e, como vou escrever isso? Chamou o juca, gorfou, enfim, vomitou mesmo! Passada a vontade de entrar naquele chão de pedra milenar sob os meus pés, eu tratei de levar ela para um pouco mais longe da comida e garantir que a minha roupa e a dela ficassem um pouco menos suja.

Queríamos ir logo descansar, mas dependíamos da produção do festival para nos levar para a nossa acomodação. Então, tivemos que esperar, naquele estado deplorável de quem não tomou banho nas últimas 24 horas e ainda levou um banho de vocês sabem o que (eca).

Mas nem tudo parece tão ruim que não possa piorar. Na hora de ir para a hospedagem, demos voltas e mais voltas no vilarejo labiríntico do centro histórico de Portalegre. O GPS se perdeu um pouco. A gente mais ainda. Eu entrei em pânico com o quão íngreme e estreitas eram as ruas, não conseguia mais ligar o carro, Marina pedindo pra abrir a porta pra ela vomitar e eu achei que ia ter um troço. Abandonei o carro! Desisti de dirigir. Lucio (meu herói) assumiu logo o volante (não contem para ninguém) e logo desistimos de chegar de carro na hospedagem. Paramos onde deu e seguimos a pé.

Só um exemplo de rua estreita e íngreme.

A nossa host queria explicar cada detalhe da casa, com carinho, numa recepção muito calorosa! E eu só queria que ela sumisse pra dar banho na Marina e em mim! Deixei ela falando com o Lucio e fui logo à casa de banho! Marina parecia melhor. Achamos que tudo ia ficar bem.

Mas ela passou mal por toda a noite. Perdi as contas de quantas vezes ela vomitou. Usei todas as toalhas da hospedagem (e algumas camisetas do Lucio) para tentar conter tudo. Passamos a noite em claro revezando entre acolher Marina e lavar toalhas no chuveiro.

Chorei de pânico, de vontade de voltar pra casa, de medo do que poderia acontecer. Pensei muitas vezes que teria que cancelar a apresentação que já seria no dia seguinte. “Vim de tão longe pra cancelar tudo”, pensava. Sentia uma tristeza profunda de preocupação com meu trabalho.

Por outro lado, o chicotinho que nasce com toda mãe começou logo a me flagelar. “por que fui trazer a Marina? Ela está sofrendo por minha culpa. Que que eu fui fazer? Por que inventei de trazer ela pra esse fim de mundo? Onde eu estava com a cabeça?” e por aí vai… me senti uma louca de estar ali com ela. Pensei em nunca mais inclui-la nas minhas loucuras. Fiz promessas para que ela melhorasse, enfim… que noite…

Entramos em contato com o seguro (ainda bem que tinha) para saber o que fazer caso ela piorasse. E depois dessa noite em claro (a segunda), acordamos para o que era o dia da apresentação e toda a minha tensão e ansiedade ainda se concentrava em saber como seria e se daria certo. Mas, isso já é história para a próxima parte!

(continua)

Um comentário em “Portugal Parte 2 – Estômago revirado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s